Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Técnica de Sobrevivência: Cálculo I

Imagem
Atualmente as redes sociais, por meio de meme, difundem a dificuldade clássica para a maioria dos estudantes que iniciam um curso superior na área de exatas.


A dificuldade está em passar na disciplina de Cálculo, mais precisamente não Cálculo I, base de todo curso de exatas.


O conceito de Cálculo na matemática é muito diferente aquele atribuído por uma pessoa no seu cotidiano. Trata-se de ferramenta matemática que permite estudar diversos fenômenos e eventos que ocorrem em determinadas situações.


Para seu estudo e compreensão é necessário o domínio de conceitos de Álgebra, Geometria Analítica, Funções e Trigonometria.



Se o leitor está pensando em realizar um curso na área de exatas, pode ser relevante aos seus estudos, realizar uma Avaliação Diagnóstica, para analisar seus conhecimentos nestas quatro áreas.


Em seus livros James Stewart, costuma disponibilizar, logo de inicio, uma avaliação deste tipo. Que tal realizar esta avaliação? Lembre-se que é sempre bom estar preparado.�…

Dificuldade em fazer contas? Pense em dinheiro que o resultado sai!

Imagem
Como diz o professor Gustavo Reis na Hora Feliz da Matemática: “Pensa em grana que o resultado sai!”

Operações aritméticas estão sempre presentes nas atividades cotidianas e na maiorias das vezes não temos um calculadora ou outra forma eletrônica para realizar algum cálculo aritmético.
Geralmente os alunos apresentam as primeiras dificuldades reais nas operações aritméticas quando executam o algoritmo da divisão longa.
A aprendizagem pode ser auxiliada com a utilização de dinheiro fictício para exemplificar a divisão.
As notas de brinquedo podem ser encontradas em papelarias ou o professor pode criar seu próprio dinheiro fictício cortando faixas retangulares de papel conforme  necessário e colocando os valores normalmente utilizados nas notas reais.
Não apenas professores, os pais podem realizar atividade semelhantes com seus filhos, desenvolvendo neles uma habilidade que será útil em sua vida futura.
Como exemplo vamos dividir 367 por 5, ou melhor R$ 367,00 por 5:

Para auxiliar no processo …

Quem é quem?

Imagem
No ano passado, durante um passeio em Marília, acompanhado com a Tatiana, compramos uma galinha e dois pintinhos (que durante a compra descobrimos que eram franguinhas) como lembrança para minha mãe que coleciona galinhas.
Segundo o vendedor seus nomes delas são Nicole, Nathalie e Nancy (não me lembro qual a ordem) e que cada uma tem um modo especial de cacarejar:
Nicole cacareja mentiras e cacareja verdades de forma alternada;Nathalie cacareja sempre verdades, e;Nancy sempre cacareja mentiras.

Infelizmente eu não consigo me lembrar de quem é quem.
A galinha sempre cuida das suas franguinhas e passam horas ciscando e conversando.
Poliedro quer descobrir quem é quem e escuta a seguinte conversa, que segundo ele permite descobrir os nomes delas:






Agora, leitor, é sua vez! Da esquerda para a direita, quem é Nicole, Nathalie e Nancy?
Adaptado de: STEWART, Ian. Jogos, Conjuntos e Matemática (Enigmas e Mistérios). Biblioteca Desafios Matemáticos. Espanha: RBA Coleccionables S.A., 2.008.





Adição ou Subtração de 2 Frações: o Método da Borboleta

Imagem
Explorando o mundo virtual encontrei outra forma de realizar a adição ou subtração de duas frações com denominadores diferentes.
O processo é igual ao apresentado na postagem sobre o Método Oculto, entretanto é bem mais didático e agradável para ser apresentados aos alunos, principalmente aos alunos do Ensino Fundamental I.
Para somar ou subtrair frações da maneira borboleta, siga os passos observando as borboletas abaixo ilustram o procedimento de 3/4 + 2/5 e de 3/4 - 2/5

1. Escreva as frações lado-a-lado, como de costume e desenhe duas asas ao longo das diagonais formadas pelo numerador de uma fracção e o denominador da outra fracção e desenhar uma antena em cada asa.
2. Tal como sugerido pelas asas, que se parecem com um sinal de multiplicação ( "X" ), multiplicar os números em cada asa e colocar o produto na antena para a asa correspondente.
3. Você pode pensar ou dizer: "Esta pobre borboleta precisa de um corpo". Para dar-lhe um corpo, ligue as partes inferiores …

O P.E.M.D.A.S. das Expressões Aritméticas

Imagem
Nas redes sociais vez ou outra aparece alguma expressão aritmética com o título de “Qual o resultado correto?”, “Resolva se for capaz!”, “Teste seu Q.I” entre outas.


Na sequência temos alguns exemplos que encontrei nas redes sociais:





A expressão aritmética apresenta apenas números e operadores matemáticos (adição subtração, multiplicação, divisão, fração, potência, radical, ...) e não deve ser confundida com a expressão algébrica, que apresenta letras e números.


Para se resolver uma expressão aritmética devemos seguir uma ordem na resolução de cada operação e, em alguns casos, são utilizados símbolos especiais que separam a parte da expressão que deve ser resolvido primeiramente.


Estes símbolos são os parênteses “( )”, os colchetes “[ ]” e as chaves “{ }”.





A resolução de uma expressão aritmética não deve ser feita na mesma sequência eu se lê a expressão.


A sequência de resolução definida pelos matemáticos é:


(i) observe se existem símbolos que separam alguma parte da expressão: neste caso: 1…

Prova Matemática de Funkeiro

Imagem
Tenho que concordar com o site Não Salvo!

Na prova colocaria a mesma resposta ...

n = Não gosto de funk professor !
Entretanto para aqueles que gostam deste ramo da música, aqui vai a resposta:
Velocidade 1: 3 créus
Velocidade 2: 6 créus
Velocidade 3: 12 créus
Velocidade 4: 24 créus
Temos que calcular então, para 49.152 créus em qual a velocidade:
Velocidade n: 49.152 créus.
Analisando os dados temos:
Velocidade 1: 3 créus
Velocidade 2: 6 créus = (2 · 3) créus
Velocidade 3: 12 créus = (2 · 6) créus
Velocidade 4: 24 créus = (2 · 12) créus
Observe que temos uma progressão geométrica (P.G.):
P.G. = (3, 6, 12, 24, ..., 49.152, ...)
Como o enunciado cita que o número de créus é o dobro da velocidade anterior a partir da Velocidade 2, a razão desta P.G. é 2.
A expressão que gera o termo geral da P.G.
an = a1 · qn–1
Sendo an o termo que devemos encontrar que no caso é 49.152; a1é o primeiro termo da P.G., que neste caso é 3; q é a razão da P.G., que neste caso é 2 (dado que o próprio enunciado cita); e n é o te…

A Matemática torna-se Viral

Imagem
Enfim algo sobre Matemática se torna “viral” nas redes sociais.
Tudo começou em Singapura quando Kenneth Kong, um apresentador de TV de Singapura, fez a pergunta alucinante de matemática lógica dizendo que era para crianças com idade em torno de 10.
A questão chocou a população virtual, pela dificuldade da resolução e pelo nível de dificuldade citada por Kenneth.
Posteriormente chegou ao conhecimento da população virtual que se trata de uma questão originalmente da Olimpíada de Matemática de Singapura e que é classificada com o nível de dificuldade para alunos com 14 anos.
Mas é um quebra-cabeça lógico que não requer qualquer aritmética real para resolver.
Você pode resolver este problema de matemática alucinante dada aos alunos de Singapura?

"Albert e Bernard são os novos amigos de Cheryl, e eles querem saber quando é o aniversário dela. Cheryl dá a eles uma lista de 10 possíveis datas:
15 de maio >> 16 de maio >> 19 de maio 17 de junho >> 18 de junho 14 de julho >&g…

Adição ou Subtração de 2 Frações: o Método Oculto

Imagem
O método tradicional de somar de duas frações com os denominadores diferentes costuma causar dificuldades aos alunos, sendo que muitos “arrastam” estas dificuldades nos anos seguintes.


Lembro-me da minha época de estudante (época em que achava a matemática chata, não me despertava nenhum interesse) que os exercícios em que tinha maior dificuldade eram aqueles que apresentavam frações e costumava reclamar com a professora, pois que sempre resolvia os mais fáceis (sem frações) na lousa e sempre passava os mais difíceis (com frações) para resolver como atividade em sala e/ou tarefa de casa.
Um dos motivos era o trabalho que dava para obter a soma de duas frações: primeiro tinha que achar o m.m.c. (mínimo múltiplo comum) entre os denominadores. O m.m.c. se tornava o denominador da fração, então tinha que realizar o processo de dividir o m.m.c. pelo denominador da primeira fração e multiplicar pelo seu denominador ... e patati patatá .... então obtinha uma fração que na maioria dos casos pod…

Guia do Estudante: 10 Estratégias para melhorar o seu Desempenho em Matemática

Imagem
Carolina Vellei Guia do Estudante

A aula de matemática é a que você mais detesta na escola? Vamos com calma! Nós sabemos que as pessoas não aprendem no mesmo ritmo. Cada uma tem a sua história, as suas dificuldades… Uma sala de aula, principalmente se for em escola pública, é quase sempre super lotada. O professor de matemática precisa ensinar a matéria para 40 pessoas diferentes e isso é praticamente impossível no atual formato de aula. Não xingue seu professor, ele muitas vezes é um herói por se dedicar à profissão. Quem sabe no futuro tudo isso melhore, mas o que podemos tentar fazer agora é remediar a situação.


Sabendo de todas as dificuldades para se aprender matemática, é importante levantarmos um ponto aqui: VOCÊ É CAPAZ (não acredite em ninguém que te diga o contrário). Não é porque um assunto parece impossível de entender que você não tenha capacidade para isso. Vamos trabalhar essa sua confiança, ok? Como dissemos no começo do texto, cada um tem um ritmo e basta você ter paciê…

Latex Editor (Equações Matemáticas)

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Inteligência?

Calcular Logaritmo de Cabeça

Seguidores

Google+ Followers