Técnica de Sobrevivência: Cálculo I

Imagem
Atualmente as redes sociais, por meio de meme, difundem a dificuldade clássica para a maioria dos estudantes que iniciam um curso superior na área de exatas.


A dificuldade está em passar na disciplina de Cálculo, mais precisamente não Cálculo I, base de todo curso de exatas.


O conceito de Cálculo na matemática é muito diferente aquele atribuído por uma pessoa no seu cotidiano. Trata-se de ferramenta matemática que permite estudar diversos fenômenos e eventos que ocorrem em determinadas situações.


Para seu estudo e compreensão é necessário o domínio de conceitos de Álgebra, Geometria Analítica, Funções e Trigonometria.



Se o leitor está pensando em realizar um curso na área de exatas, pode ser relevante aos seus estudos, realizar uma Avaliação Diagnóstica, para analisar seus conhecimentos nestas quatro áreas.


Em seus livros James Stewart, costuma disponibilizar, logo de inicio, uma avaliação deste tipo. Que tal realizar esta avaliação? Lembre-se que é sempre bom estar preparado.�…

Aviso aos Navegantes

Não se deve estudar em um texto matemático ( livro, artigo resolução de problema, ... ) como se estivesse lendo um romance. Também não faz qualquer sentido ler um texto matemático marcando as passagens que você considera importantes. Ler um texto matemático é um processo ativo. Você tem que participar. Leia devagar, com cuidado e sabendo que uma grande parte dos detalhes é em geral omitida quando o texto é escrito.

Qualquer texto matemático que contivesse todos os detalhes seria imenso e seria impossível de ser lido. É normal encontrar nestes textos frases do tipo "evidentemente" ou "é fácil ver que". Elas não significam que o que vem em seguida deve ser imediatamente entendido pelo leitor, mas que neste ponto alguns detalhes foram suprimidos e que você deve usar papel e lápis para preencher estes detalhes que estão faltando.

Quando for estudar matemática tenha à mão lápis, papel de rascunho e borracha (não tenha medo de errar). Leia o texto com atenção e escreva (e não apenas leia) os exemplos que aparecem no livro. Faça você mesmo os cálculos. Invente seus próprios exemplos a respeito do que esta sendo explicado. Matemática é uma das poucas ciências em que você não precisa acreditar no autor.

Se você estiver lendo um texto sobre um experimento de física você, em geral, não terá condições de realizar as experiências a que ele se refere. Se estiver lendo um texto sobre um período da história você não terá acesso as fontes que o autor teve. Quando estiver lendo um texto matemático você pode e deve verificar todas as afirmativas do autor.

Fonte: HOGBEN, Lancelot. Maravilhas da Matemática. Porto Alegre: Globo, 1970.
Postar um comentário

Latex Editor (Equações Matemáticas)

Postagens mais visitadas deste blog

Teste de Inteligência?

Qual é a diferença entre um Número e um Algarismo?

Seguidores

Google+ Followers